Tuesday, September 05, 2006

25/06/2006, deixei um monte de coisas pra trás e vim pra cá, Aotearoa, essa terra doida povoada pelos maoris, povo guerreiro que chegou aqui no seculo X, em suas canoas a vela navegando pelas estrelas. Diz a lenda que a ilha sul é um peixe e a ilha norte a canoa de um personagem mítico que ficou duelando dias pelo mar com o peixe agarrado ao seu anzol. Later on o holandês Abel Tasman(descobridor da Tasmânia) chegou por aqui, antes de conseguir desmbarcar e dizer oi(kia ora) os maoris mataram uns dois tripulantes de seu barco e ele saiu correndo com o rabo entre as pernas. Depois veio Capitain Cook que, malandramente, aprendeu a falar o maori, não sem antes fazer uso da pólvora. Com muita lábia, pólvora e perseverança, desmbarcou. Começou a bagunça. Aqui, no cantinho do mundo(os kiwis tem um recalque...), as coisas são, digamos assim... estranhas. Tem gente de tudo que é canto da Ásia e do Pacífico, tem até neozelandeses, que estão sempre tentando se afirmar como um povo moderno e globalizado, caipiras, ei.
Coisas do mundo moderno, saí num dia(depois de uma semana de muitas despedidas, adorei!), voei contra o tempo, e cheguei dois dias depois! Albegue, faculdade, saudade e três semanas de chuva na pressão. Quase me arrependi! Mas aí, o curso foi ficando bom, arrumei um tio(Sir. Ian Dunford), uma mãe(hehe, Daniel Berlinski, camarada das antigas do CRJ, que deu e está dando um help animal!), uns amigos(todos gringos, não kiwis),
um faz me rir, uma casa(que depois virou um pesadelo), outra casa, um carro, uma praia e uma padaria perto de casa e até um trabalho(que agora depende de uma burocracia na imigração, já arrumei até problerma!). Como vocês podem ver já tá tudo bem vidinha, mesmo. Já fui a festa de aniversário(na residential village da facu, imaginem!), já tive a fase cozinhando muito, agora ando comendo muita junk food, fish & chipps, kebabs e burguers. O verão vem mostrando a sua cara e todo dia que nasce está mais longo e quentinho. Domingo fui à uma praia linda ao norte de Aucklnand, Leigh Beach. Garoto, não levei sunga. Fiquei que nem gringo, sem camisa com a calça arregaçada. A areia é incrível, seixos rolados muito pequenininhos e conchas. Estarei por aqui a partir de agora. Sempre com saudade. Cheers.
Foto: Point Chevalier Beach, pra mim é a mureta dA Toca...

10 comments:

nelson m. said...

porra, Juca!
é mesmo a mureta da Toca, ou a praia da ribeira...

projet favelité said...

põe os emails antigos, só como registro para a eternidade... a toca é como a coluna do marcelinho e os bagos do osvaldo, ei! new zealand é a paquetá dos playboy.

leide laura said...

maneiro juca,tudo de bom!!!

gabi said...

fala caju!!!!!!!

adorei o novo blog, vou virar assidua.

bom, eu estou de volta na terrinha e tambem so faz chover... praia ainda nada...

vi que vc ligou no skype outro dia, tava no baixo. hahaha

beijos
gabi

marcelo said...

Viva a Toca!!!
e já te falei que o nome do teu barco tem que ser Ouriço II!!!
Ai meu FOGÃO!!!
amanhã começa a sul americana!!!
para o alto e avante!!!

eduardo7 said...

Agora, sim!!!

Coincidência ou não, foi só você sair do Brasil que o foguinho começou a dar goleada por aqui.

pauladascavernas said...

juca

pauladascavernas said...

juca,
fiquei ate emocionada,parece mesmo paqueta.tao longe tao perto. a gente carrega a casa ne?
bj grande e saudades
paula

mana said...

Fala Juca!!!
Bom saber que tudo está indo bem por aí.
Saiba que cê ta fazendo muita falta por aqui.
Nosso Fogão tá impossível!!!
Me adiciona na tua lista de e-mails,falou?
Bjos
Maná

Luciano said...

Fala Juca!

Faltou proeiro e não pude correr a regata do Rei Olav, tá fazendo falta mi capitán!

Vai preparando as apostilas, porque quando você voltar quero aprender tudo, hein?!

Já tem até um tequinho na proa pra consertar!

Abração!